Física em Cena

fisica em cenaAdoro esses casos de professores que fazem de tudo para acompanhar o perfil conectado dos alunos de hoje. E o projeto Física em Cena faz parte desse esforço, realizando experimentos com smartphones e tablets para explicar conceitos de mecânica, dilatação, reações químicas de determinados elementos, e disponibiliza os vídeos, gratuitamente, em seu canal do YouTube, criado no início de 2013.

Depois da Matemática, as matérias de Química e Física são as que mais assustam os alunos. “Embora os professores costumem citar exemplos como a distância entre os trilhos de um trem, ou o de um fio de alta tensão, que não pode estar muito esticado por conta desse fenômeno, a dilatação térmica ainda é um pouco difícil de ser visualizada de verdade”, diz o professor Lara, um dos colaboradores do projeto. O canal tem feito muito sucesso não só entre os alunos mas também entre outros professores que também contribuem comentando os vídeos. Uma iniciativa simples e que ajuda muita gente a melhorar o ensino no nosso país.

Anúncios

Páginas do Facebook voltadas para educação

Como você aproveita o Facebook? Jogos? Bate Papo? Descobrir as fofocas do momento? Fuçar a vida dos outros? Chega, que tal aproveitar o Facebook para aprender mais? Foram selecionadas as melhores páginas do Facebook com conteúdos de Matemática, Inglês, Português, Biologia, Química, História e muito mais. Confira:

História

História Digital

Imagens Históricas

Sampa Histórica

Quadrinhos de História

Ciências e Exatas

Ciência Hoje

Khan Academy

Física em Cena

Física Net

Matemática em Exercícios

Matemática Rio

Desafios – Problemas e Histórias de Matemática

Canal Fala Química

Português e Inglês

Inglês na Ponta da Língua

Dicas Diárias de Português

Geral

Manual do Mundo

Descomplica

Coursera

Universia Brasil

CMais Educação

EduK

Fundação Lemman

Central de Editais etc e tal

Atividades para Autistas

Me explica?

Aproveitem sem moderação 🙂

YouTube EDU

No dia 21/11, o Google anunciou o lançamento do YouTube EDU, seção que contém aulas gratuitas em vídeo. A iniciativa é resultado de uma parceria entre o buscador e a Fundação Lemann. Dividido em 26 canais, o  YouTube EDU disponibiliza para estudantes e professores um total de 8 000 vídeos. Todo o conteúdo oferecido passou por um processo de curadoria composta por 16 professores. O objetivo da seleção foi garantir a precisão das informações exibidas nas aulas.  Na primeira fase do projeto, a meta de ambas as companhias é oferecer conteúdo das disciplinas Matemática, Língua Portuguesa, Biologia, Física e Química para estudantes do ensino médio.

Na próxima etapa serão incluídos no projeto conteúdos dos ensinos fundamental e superior. Qualquer professor interessado em fazer parte da iniciativa pode enviar seus vídeos para uma equipe de avaliação responsável. Segundo o Google, a decisão de criar uma plataforma voltada à educação surgiu a partir dos números registrados pelo YouTube. De acordo com a companhia, a categoria aparece entre as que mais crescem em termos de audiência. O Brasil é o segundo país, atrás dos Estados Unidos, a ganhar uma plataforma de educação no serviço de vídeos. O vídeo abaixo mostra a história do projeto.

Professor usa tecnologia para ensinar alunos

Átila Soares é professor da escola E. E. Helena de Campos Camargo em Indaiatuba. Percebendo que seus alunos tinham uma grande facilidade com as redes sociais e a internet, criou um blog de forma a ensinar seus alunos com mais interatividade. Este vídeo publicado pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo mostra essa maravilhosa experiência.