GlobalVoices

O Projeto Lingua busca amplificar as Vozes Globais em outras línguas além do inglês, com a ajuda de tradutores voluntários. Isto irá abrir linhas de comunicação com blogueiros e leitores do GV não falantes do inglês, ao traduzir o conteúdo do site principal do Global Voices Online para outros idiomas.

Sites ativos

Sites em preparação

Um pouco de história

Inspirado por uma oficina sobre Global Voices e línguas no Global Voices 2006 Summitem Delhi, Índia, um grupo de blogueiros francófonos procurou os fundadores Ethan Zuckerman e Rebecca MacKinnon e o colaborador taiwanês Portnoy com a idéia de iniciar uma página francófona do GV, similar ao site pioneiro do Global Voices em Chinês, mantido por Portnoy. Outras comunidades linguísticas manifestaram interesse, e assim nasceu o Lingua.

Onde estão os tradutores do Projeto Lingua?

Em todos os cantos do mundo.

Participe

Os idiomas escolhidos refletem a mobilização em suas comunidades. Outros sites podem ser adicionados, se houver interesse da comunidade. Os tradutores voluntários do Lingua recebem destaque na página principal, com os seus nomes aparecendo nas traduções publicadas, ganhando uma boa exposição e incrementando seus portifólios de traduções. E o mais importante: os tradutores do Projeto Lingua estão ajudando a criar pontes entre mundos diferentes e amplificando vozes.

Temos vagas na nossa comunidade lusófona! Independente de qual é a sua variante de português, você pode contribuir com o nosso projeto e fazer parte de nossa multicultural equipe lusófona. Veja a nossa página de vagas para autores e tradutores voluntários. Sua colaboração é mais que bem-vinda!

Fonte: Global Voices

Anúncios

Duolingo para escolas

O Duolingo é uma plataforma destinada ao ensino de idiomas. Criado em 2012, hoje o Duolingo trabalha com Inglês, Espanhol, Português, Francês, Alemão, Italiano, Holandês, Dinamarquês, Irlandês e Sueco. Oferece também uma forma de trabalho específica para escolas, onde os professores conseguem monitorar o desenvolvimento de seus alunos, de forma muito parecida com a Khan Academy, oferecendo um aprendizado personalizado e significativo. Para fazer isso, a ferramenta identificará padrões de desempenho e comportamento de cada usuário, e, a partir dos dados gerados, irá oferecer exercícios e lições para reforçar os tópicos nos quais o aluno possui dificuldade.

Ao ir realizando as tarefas apresentadas pela plataforma, o aluno ganhará pontos e com isso, irá subindo de nível. Esse tipo de tarefa torna-se muito incentivadora para o aluno, fazendo com que ele atinja seus objetivos com maior facilidade.

O professor também receberá os dados de cada estudante. E se um aluno demorar muito tempo para responder uma questão, por exemplo, a plataforma irá entender isso como falta de confiança e irá informar o professora que o aluno precisa de mais lições sobre esse tópico para dominar o conteúdo.

O Duolingo está disponível para uso em Android, Apple e Windows.

Páginas do Facebook voltadas para educação

Como você aproveita o Facebook? Jogos? Bate Papo? Descobrir as fofocas do momento? Fuçar a vida dos outros? Chega, que tal aproveitar o Facebook para aprender mais? Foram selecionadas as melhores páginas do Facebook com conteúdos de Matemática, Inglês, Português, Biologia, Química, História e muito mais. Confira:

História

História Digital

Imagens Históricas

Sampa Histórica

Quadrinhos de História

Ciências e Exatas

Ciência Hoje

Khan Academy

Física em Cena

Física Net

Matemática em Exercícios

Matemática Rio

Desafios – Problemas e Histórias de Matemática

Canal Fala Química

Português e Inglês

Inglês na Ponta da Língua

Dicas Diárias de Português

Geral

Manual do Mundo

Descomplica

Coursera

Universia Brasil

CMais Educação

EduK

Fundação Lemman

Central de Editais etc e tal

Atividades para Autistas

Me explica?

Aproveitem sem moderação :)

YouTube EDU

No dia 21/11, o Google anunciou o lançamento do YouTube EDU, seção que contém aulas gratuitas em vídeo. A iniciativa é resultado de uma parceria entre o buscador e a Fundação Lemann. Dividido em 26 canais, o  YouTube EDU disponibiliza para estudantes e professores um total de 8 000 vídeos. Todo o conteúdo oferecido passou por um processo de curadoria composta por 16 professores. O objetivo da seleção foi garantir a precisão das informações exibidas nas aulas.  Na primeira fase do projeto, a meta de ambas as companhias é oferecer conteúdo das disciplinas Matemática, Língua Portuguesa, Biologia, Física e Química para estudantes do ensino médio.

Na próxima etapa serão incluídos no projeto conteúdos dos ensinos fundamental e superior. Qualquer professor interessado em fazer parte da iniciativa pode enviar seus vídeos para uma equipe de avaliação responsável. Segundo o Google, a decisão de criar uma plataforma voltada à educação surgiu a partir dos números registrados pelo YouTube. De acordo com a companhia, a categoria aparece entre as que mais crescem em termos de audiência. O Brasil é o segundo país, atrás dos Estados Unidos, a ganhar uma plataforma de educação no serviço de vídeos. O vídeo abaixo mostra a história do projeto.