Agenda Google

Nesse vídeo você encontrará um tutorial sobre a Agenda Google, uma alternativa a agenda de papel.

Anúncios

Google Scrience Fair abre inscrições para a edição 2018-2019

A Google Science Fair abriu as inscrições para a edição 2018-2019. A Google Science Fair é uma competição global online desenvolvida para “inspirar adolescentes a resolverem problemas do mundo real através da aplicação da ciência, tecnologia, engenharia e da matemática”.

Este ano, a LEGO Education, a National Geographic, a revista Scientific American e a Virgin Galactic são os co-patrocinadores desta competição global.

Até ao próximo dia 12 de Dezembro, os jovens estudantes com idade entre 13 e 18 anos de todo o mundo podem participar submetendo online os seus projetos. Um painel de jurados de empresas tecnológicas e das áreas de engenharia, ciência e da matemática vão rever todas as candidaturas sendo que o anúncio dos vencedores regionais será realizado na primavera de 2019 e o anúncio dos finalistas globais em Julho do mesmo ano.

Este ano, os estudantes vão competir por uma bolsa de estudo no valor de 50 mil dólares sendo que os segundos e terceiros classificados e os vencedores regionais poderão também ganhar bolsas de estudo académicas e viagens promovidas pelas empresas patrocinadoras desta 6ª edição do Google Science Fair.

“Estamos entusiasmados por inspirar mais crianças a deixarem-se envolver pela ciência, engenharia, matemática e tecnologia”, afirmou Vint Cerf, vice-presidente e principal coordenador de Internet da Google e jurado da competição deste ano. “Acreditamos que cada ideia tem o poder de mudar o mundo – nenhuma ideia é pequena ou grande demais”.

Fonte: PC Guia

Fake ou News: é Falso ou é Notícia?

Em um mundo cada vez mais globalizado, as pessoas são bombardeadas por informações por todos os lados. E a velocidade da informação se torna sinônimo de poder. Se, por um lado, a comunicação é democratizada, permitindo acesso a novos conteúdos, por outro, o compartilhamento cada vez mais rápido da informação pode contribuir para a propagação de notícias falsas, fora de contexto, com erros e até mesmo mentirosas. Diante desse cenário, o Canal Futura e a Agência Lupa, com o apoio do Google, lançam o projeto “Fake ou News”, que tem como objetivo auxiliar os jovens a checar informações e combater a desinformação.

A plataforma www.fakeounews.org reune conteúdos sobre temas como “Por que checar antes de publicar ou compartilhar uma informação?”“Será que essa informação está dentro do contexto?” e “Nem tudo que se vê (e se ouve) é real. E agora?”. Até as eleições de 2018, serão cerca de30 trilhas do conhecimento, que conduzem por diversas etapas de aprofundamento sobre os assuntos.

Queremos que as pessoas entendam que serão alvos de muitas ‘notícias falsas’ e que saibam como identificar e reagir a esse tipo de conteúdo. Focar nos jovens que poderão votar pela primeira vez neste ano é um passo mais do que acertado. Eles serão, sem dúvida, multiplicadores daquilo que aprenderão com as trilhas”, explica Cristina Tardáguila, diretora da Agência Lupa.

Para José Brito, gerente de Distribuição do Canal Futura, o objetivo do projeto é oferecer um rápido passo a passo com as informações verificadas e que já estão na web. “Dentro desse contexto, a parceria com a Agência Lupa e o Google é uma grande conquista, pois juntos ampliamos as práticas de verificação de fatos e conteúdos, transformando o projeto em uma grande plataforma de Educação Digital”, diz. “Queremos falar com estudantes, professores e jovens que, através de um clique, podem mudar o mundo com mais segurança e responsabilidade”, completa Brito.

O projeto também conta com o apoio do Instituto VotorantimFundação BradescoItaú Social e Decod, projeto dos alunos de Direito da FGV.

Fonte: http://www.futura.org.br

Explorando luas e planetas com o Google Maps

Desde o ano passado eu utilizo muito o Google Maps e tenho acompanhado várias atualizações na ferramenta. A mais recente é a possibilidade de explorar luas e planetas. Esse recurso, até o momento, está disponível para a versão desktop da ferramenta e pode ser acessada através do endereço https://www.google.com/maps/space/earth

Atualmente o número de “atrações” é limitado. Dentre os planetas, o turista espacial pode observar apenas três planetas além da Terra: Mercúrio, Vênus e Marte. Há ainda 15 “astros” que incluem planetas-anões (Ceres e Plutão), luas (Titã, de Saturno; Europa, de Júpiter), além da nossa Lua e a Estação Espacial Internacional.” Fonte: Jornal NexoGoogle Maps

Os recursos ainda são um pouco restritos, mas tenho certeza que gradativamente a ferramenta ficará mais completa. Mesmo assim, já oferece boas opções para encrementar as aulas.