Capacitação online para o uso de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC)

O acervo do Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) inclui conteúdo para todos os níveis acadêmicos, inclusive o ensino básico. Alunos e professores da Educação Fundamental, por exemplo, encontram um rico conteúdo para o desempenho de suas atividades. Um dos materiais mais abrangentes é a Britannica Escola, desenvolvida a partir de uma parceria entre a CAPES e a Encyclopedia Britannica especialmente para o Brasil.

Com o objetivo de apoiar os profissionais de pedagogia no que diz respeito ao uso de Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) na sala de aula, a Britannica Digital Learning oferece cursos on-line de capacitação. A agenda de 2019 terá início no dia 19 de fevereiro. É uma boa oportunidade para os docentes que têm dúvidas sobre como integrar efetivamente as tecnologias ao currículo escolar e ao projeto pedagógico.

O programa de formação on-line é gratuito e apresentado por especialistas da editora. De acordo com a consultora de projetos no Brasil da Encyclopædia Britannica Magela Lindner, em 2018 foram realizadas 43 sessões, capacitando 1.785 professores. Para participar, basta ter um computador com conexão à internet. Além das sessões voltadas para o acesso à Britannica Escola, os usuários também podem explorar outras ferramentas.

Agenda

Veja os links dos treinamentos disponíveis em fevereiro:

19 de fevereiro | 10h às 11h
Tema: Práticas de sala de aula com base na BNCC
Inscrição: https://attendee.gotowebinar.com/register/4662827998656107265

20 de fevereiro | 14h às 15h
Tema: Aluno Pesquisador no Ensino Fundamental/BNCC
Inscrição: https://attendee.gotowebinar.com/register/7966715304588506882

21 de fevereiro | 11h às 12h
Tema: Práticas de sala de aula com base na BNCC
Inscrição: https://attendee.gotowebinar.com/register/5267177863398396930

21 de fevereiro | 16h às 17h
Tema: Aluno Pesquisador no Ensino Fundamental/BNCC
Inscrição: https://attendee.gotowebinar.com/register/5178515444757891842

22 de fevereiro | 9h às 10h
Tema: Práticas de sala de aula com base na BNCC
Inscrição: https://attendee.gotowebinar.com/register/6481157447718929154

Mais sobre a Britannica Escola
A plataforma é dedicada à educação básica (Educação Infantil e Ensino Fundamental). A enciclopédia oferece material para pesquisa nas áreas de Artes, Artes da Linguagem, Ciência, Esportes, Estudos Sociais, Geografia, Matemática e Religião. Além disso, contém serviços que permitem criar áreas para organização de aulas por professores, ambiente de trabalhos para alunos, jogos, área multimídia e vídeos da TV Escola.

Fonte: Portal de Periódicos da CAPES

Anúncios

Currículo de Referência em Tecnologia e Educação – CIEB

Como inserir as tecnologias como ferramente educacional em sua escola? Esse ainda é um grande questionamento para muitos professores e escolas. Não há um currículo oficial, mas há vários currículos que podem servir como referência.

A Secretaria Municipal de Educação da cidade de São Paulo, disponibilizou no inicio do ano o Currículo da Cidade – Tecnologias para Aprendizagem, indicando quais habilidades podem ser trabalhadas no Ensino Fundamental. Gostei muito de material, que tem me servido como norteador no planejamento do uso de tecnologias na escola.

No início de Outubro, o CIEB lançou o Currículo de Referência em Tecnologia e Educação, desde a Educação Infantil e todo o Ensino Fundamental. O uso de tecnologias na Educação Infantil ainda é um assunto um pouco polêmico. Eu particularmente sou à favor, desde que feito com cautela e utilizando bons materiais de referência como esse disponibilizado pelo CIEB.

Gostei bastante do currículo disponibilizado pelo CIEB, não só pela apresentação que facilita muito encontrar o que precisamos, mas também pela qualidade do conteúdo. Tenho acompanhado o trabalho do CIEB desde o ano passado, o que tem me ajudado muito a refletir sobre meu trabalho.

Pretendo estudar mais profundamente esse material, mesclando ele com outros materiais, adequando sempre a forma de trabalho dos professores e da escola. Acredito que futuramente, seria interessante termos um currículo único, que fosse utilizado por todas as escolas. Mas, no momento, acho que ainda é sedo para isso. Ainda há muito o que estudarmos e refletirmos sobre o uso de tecnologias na edudação. E você, o que pensa sobre esse assunto?

Desafio Criativos da Escola 2018

Já estão abertas as inscrições para a  premiação Desafio Criativos da Escola 2018. Realizado pelo programa Criativos da Escola, do Alana, o Desafio irá selecionar as 11 iniciativas transformadoras que mais se destacarem por seu protagonismo, empatia, trabalho em equipe e criatividade, e levará três estudantes e um educador de cada grupo para uma viagem a Fortaleza (CE).

O objetivo…

…é celebrar projetos desenvolvidos por crianças e jovens que estejam no ensino fundamental ou médio e que contribuam para a transformação de problemas de suas escolas, comunidades e/ou municípios. Os integrantes das iniciativas inscritas poderão ou não pertencer à mesma escola (pública, privada ou cooperativa), coletivo, movimento ou organização da sociedade civil, instituto ou fundação. (Clique aqui e acesse o regulamento completo do Desafio Criativos da Escola 2018)

Além da viagem a ser realizada em dezembro deste ano, em que os grupos escolhidos poderão trocar experiências e fortalecer suas ações, haverá também prêmios em dinheiro para o projeto e para o educador responsável.

Tem um projeto bem criativo? Então não perca tempo! Clique aqui e faça já sua inscrição.

11º Prêmio Professores do Brasil CIEB

O Prêmio Professores do Brasil (PPB) é uma iniciativa do Ministério da Educação que busca reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas da educação básica que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.

Em 2018, na 11ª edição, o Prêmio terá seis categorias regulares: Creche, Pré-escola, Ciclo de Alfabetização: 1º, 2º e 3º anos, 4º e 5º anos, 6º e 9º, Ensino Médio. Além disso, há cinco temáticas especiais, entre as quais “Uso de Tecnologias da Informação e da Comunicação no Processo de Inovação Educacional”, sob a curadoria do Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB), um dos parceiros técnicos do MEC na premiação.

Serão premiados na temática tecnologia três professores, que vão receber recursos de 5 mil reais cada um.

Queremos identificar atividades pedagógicas que promovam a cultura de inovação e o uso de tecnologia para melhorar a qualidade e a equidade na educação pública. Existem diversas boas práticas por este país afora. Precisamos localizar esses educadores inovadores, dar visibilidade a seu esforço e, com isso, inspirar outros professores e gestores das redes de ensino. Lúcia Dellagnelo, diretora presidente do CIEB.

Na etapa estadual, os três primeiros colocados em cada categoria recebem certificado, e o vencedor, um troféu. Na regional, são R$ 7 mil, mais troféu e viagem oferecida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Na categoria nacional são mais R$ 5 mil e troféu.

Para se inscrever, clique aqui. Fique atento, as inscrições acontecem até o dia 28/05.