EyeFy – Leitura de textos para pessoas com dificuldade visual

O EyeFy é um aplicativo desenvolvido no brasil, que tem como objetivo auxiliar a vida de pessoas com algum problema de visão. Utilizando técnicas avançadas de inteligência artificial e aprendizado de máquina para reconhecer textos e efetuar a leitura deles em voz alta, permite maior autonomia não só para pessoas com problemas de visão, como também para aquelas não alfabetizadas.

De acordo com Jonathan Santos, criador do aplicativo, a principal motivação para o desenvolvimento do app foi a chegada ao Brasil de um sistema que, a partir de uma câmera acoplada na armação do óculos, faz a leitura de textos e identificação de objetos para pessoas cegas ou com baixa visão. O problema é o preço: ao pesquisar sobre, Santos descobriu que o sistema custava R$ 19 mil para ser instalado. Isso fez com que Jonathan criasse um aplicativo que atua de forma parecida a esse sistema, mas de forma mais inclusiva. Por isso, Jonathan garante que o EyeFy será para sempre um aplicativo gratuito, sem propagandas, e que não necessita de uma conexão com a internet para funcionar.

O funcionamento dele é bem simples: ao executar o programa, o app acessará a câmera do celular e então é só apontar a lente para o texto desejado, segurando o dedo sobre a tela por alguns segundos. Ao soltar o dedo, o aplicativo reconhecerá o texto no quadro e o lerá em voz alta. O EyeFy já está disponível para download na Play Store.

Fonte: Canaltech

Anúncios

Timokids – App psicossocial

Timokids é uma ferramenta psicossocial que oferece historinhas e atividades com mensagens sobre bullying, preconceitos e assédios. A plataforma cria e fornece conteúdo seguro para famílias e professores em 197 países.  É uma forma de introduzir temas difíceis na vida dos pequenos de forma didática e com a linguagem apropriada.  É uma forma saudável de utilizar tecnologia com crianças, ajudando as famílias a tratar sobre esses assuntos.

As verticais de desenvolvimento são:

  • Comportamento social
  • Educação e esportes
  • Cidadania e sustentabilidade
  • Saúde e segurança
  • Dia a dia da criança

O app está disponível no Google Play, iOS App Store e Windows Phone Store

Jogo Africano – Alfabantu: Aprenda a linguagem africana com o seu celular

Recebi no início do ano um e-mail do seite Ferramentas do Professor falando sobre o Jogo Africano – Alfabuntu que:

…ensina palavras de origem africana. Criado por educadores que atuam em escolas públicas de São Paulo, o historiador Edson Pereira e a socióloga Odara Dèlé decidiram criar um aplicativo de celular, Alfabantu, que é destinado ao ensino da língua falada pelo povo kimbundu, de Angola. No jogo a criança aprende a linguagem do alfabeto, partes do corpo humano, os animais, números, familiares e  saudações. Ao concluir,  ela participa de um jogo (Quiz) para testar seus conhecimentos de forma bem divertida.

Achei a ideia super interessante. Estamos sempre insentivando nossos alunos a aprenderem inglês pensando no mercado de trabalho e melhores oportunidades. Mas por que não aprender uma lingua africana? Sou da opnião de que devemos dar oportunidade aos nossos alunos de escolherem o que querem aprender. Vamos continuar sim insentivando o aprendizado do inglês, mas também, vamos dar oportunidade a conhecer outras línguas e culturas.

Professor cria aplicativo para ensinar sobre a cidade de São José do Rio Preto – SP

Que as crianças de hoje em dia não largam o celular e o tablet não é novidade para ninguém. Em muitos casos eles conseguem manusear o aparelho melhor que os próprios pais. Aproveitando esta facilidade em utilizar aparelhos eletrônicos, um professor de São José do Rio Preto criou um App para ensinar sobre a cidade de São José do Rio Preto, que completou 165 anos no dia 19 de março. Leandro Ferreira é professor do 4º ano D da EM Regina Mallouk. O aplicativo traz dados sobre o município, informações sobre a bandeira e o hino. Grande fã de Sílvio Santos, o professor criou um game paródia com perguntas e respostas chamado Show do Rio Pretão, baseado no programa de TV apresentado por Sílvio Santos.

O aplicativo faz parte do projeto Rio Preto Virtual que apresenta informações sobre a cidade para os docentes trabalharem em sala de aula. Na EM Profª Regina Mallouk os alunos dos 4ºS anos utilizam o aplicativo nas aulas de história.  Eles respondem as perguntas para avaliarem o que aprenderam sobre a cidade. As crianças demonstram grande interesse em aprender com o celular. Na escola o uso dos aparelhos é proibido, mas liberado para finalidades pedagógicas em atividades especiais.

“A utilização de recursos digitais torna a aprendizagem mais significativa para os nativos digitais. A escola do século XXI deve despertar na criança a vontade e o interesse em aprender. Utilizar somente o giz e a lousa é um grande retrocesso. É necessário uma quebra de paradigmas na escola. Os alunos podem aprender com games, aplicativos, vídeos e desenhos animados. O professor deve utilizar ferramentas que façam as crianças pensarem, colaborarem e compreender o mundo a sua volta”, explica o professor.

O aplicativo está disponível gratuitamente para Android na loja Google Play.

Contato: Leandro Ferreira (17) 988260543