Compartilhe suas histórias com o Inventeca

Se você é leitor assíduo desse blog, com certeza já conhece o Inventeca. Mas, se não conhece não tem problema, sempre é tempo de conhecer coisas novas :)

E se eu volto a falar sobre o mesmo assunto é porque…temos novidade!

Agora no Inventeca os usuários podem enviar as suas gravações para outras pessoas. Através do sistema de compartilhamento do app, as crianças podem mostrar para familiares e amigos as suas criações. Essa utilidade reforça a ideia de usar a tecnologia como uma ferramenta de união, tanto na leitura compartilhada que o aplicativo incentiva, quanto no envio das narrativas até para pessoas distantes.

Inventeca

Achei sensacional a inserção desse recurso, pois podemos conscientizar desde cedo as crianças sobre o compartilhamento de informações, seja nas redes sociais, através de jogos, e-mails e até mesmo na vida real.

Na primeira fase do lançamento, a função compartilhar está disponível exclusivamente para assinantes. Com o feedback desses primeiros usuários espera-se verificar se cada um encontra diversão, praticidade e segurança ao embarcar na brincadeira. Aos poucos, novos usuários também poderão enviar histórias para amigos e parentes.

A camada gratuita do Inventeca tem 3 livros disponíveis e quem assina a versão Premium hoje tem acesso a 23 histórias. Como em um clube de livros, a StoryMax entrega novas histórias a cada dez dias, aumentando a estante dos seus usuários pagantes, que podem deixar até 20 gravações salvas no aplicativo.

Inovação e qualidade

Reconhecida pela inovação e qualidade dos onze apps já publicados – pelos quais já recebeu dois Prêmios Jabuti, dois Reading Digital Fiction UK, três ComKids Interativos (Nacional e Prix Jeunesse Iberoamericano) e um Selo Distinção da Cátedra Unesco de Leitura PUC-Rio – a StoryMax espera criar, com o Inventeca, um ciclo de sustentabilidade no mercado editorial e de educação.

“Nosso objetivo é oferecer lazer e aprendizado de qualidade para as crianças, reunir as famílias em torno de uma atividade que as aproxima da leitura; mostrar que a criança deve ser protagonista e não apenas consumidora de conteúdo. Com isso, na outra ponta, esperamos criar oportunidades para ilustradores, roteiristas e editoras”, explica Samira.

A assinatura mensal do Inventeca no Brasil custa R$ 14,90, já a anual R$ 119,90. Você pode encontrá-lo nas versões para iOS e Android.

Anúncios

Buscador de obras com licença Creative Commons

A Creative Commons é uma organização internacional sem fins lucrativos fundada em 2001 e sediada em Mountain View, na Califórnia. Seu propósito é aumentar a quantidade de obras disponíveis por meio de licenças padronizadas, que permitem sua cópia, difusão e, em alguns casos, até mesmo sua edição. Para tanto, a entidade cria modelos de licenciamento que podem ser facilmente adotados por criadores de conteúdo para seus trabalhos, em licenças conhecidas exatamente como Creative Commons.

Em março de 2019, a empresa lançou uma iniciativa que tem como objetivo facilitar o acesso a essas obras. Trata-se de um buscador chamado CC Search, que passou anos sendo testado em modo beta e agora está oficialmente lançado. O mecanismo organiza mais de 300 milhões de imagens que fazem parte de 19 coleções. De acordo com informações do site Open Culture, dedicado à promoção de conteúdo gratuito, isso inclui obras de instituições como o museu Metropolitan de Nova York, do Cleveland Museum of Art, ambos nos Estados Unidos, fotos disponibilizadas na plataforma Flickr, entre outros. No site, é possível realizar buscas de obras com licença creative commons no geral, e também refinar a busca de acordo com o tipo específico de licença desejado. Por exemplo: licenças CC BY-SA são as que dão o maior grau de liberdade. Elas permitem a outros remixarem, adaptarem e criarem a partir de um trabalho original.

A imagem que ilustra este texto, de Irina Rosca, tem licença BY-ND 4.0 e pode ser reproduzida mesmo comercialmente, mas não editada. Já licenças BY-NC-ND são as mais restritivas. Elas permitem apenas que terceiros façam o download de trabalhos e os compartilhem, atribuindo crédito ao autor. Não é permitido alterar os trabalhos, ou usá-los para fins comerciais.

Fonte: Jornal Nexo

Plano de aula gratuito para trabalhar sobre notícias falsas

Já postei alguns materiais aqui no blog que auxiliam no trabalho contra as famosas Fake News. Mas, eu sempre digo, material de apoio sobre notícias falsas nunca é demais não é mesmo?

O Instituto Poynter, entidade norte-americana sem fins lucrativos que promove o ensino do jornalismo, desenvolveu um plano de aula que explica princípios da verificação de fatos e está disponível em 11 idiomas. A versão em português foi produzida pela Agência Pública, que mantém o projeto de fact-checking Truco.

O plano de aula pode ser baixado gratuitamente clicando aqui. Ele foi criado para ter duração de 75 minutos, ideal para uma aula dupla. Fazem parte do plano de aula um folheto de 4 páginas, uma animação de 2 minutos e outras atividades que são destinadas ao Ensino Médio.

Tem alguma dica de atividade para combater notícias falsas? Compartilha com a gente nos comentários dessa postagem.

Fonte: Porvir