ChatClass – um assistente digital de inglês

Até uns meses atrás, quando me perguntavam qual era meu nível de inglês, eu respondia que era inexistente. Eu tenho uma mega dificuldade. Mas, esse ano eu tinha como meta vencer essa dificuldade, e desde maio, estou fazendo aulas particulares de inglês, Meu professor é ótimo e me incentiva muito, mas continuo em busca de formas alternativas para vencer minha dificuldade. Foi aí que eu encontrei o ChatClass, desenvolvido pela EduSim.

O ChatClass é um assistente digital de inglês, gratuito e que funciona totalmente no WhatsApp. Ele utiliza inteligência artificial para auxiliar estudantes e professores a aprenderem e ensinarem o inglês de forma personalizada, divertida e efetiva.

Eu testei a versão para WhatsApp como aluna e achei bem interessante. São mostradas instruções de uso em todas as etapas, mas o uso acaba sendo bem natural. Você professor também poderá criar turmas e acompanhar o desempenho dos seus alunos de forma bem simples.

Se levarmos em consideração que a grande maioria dos alunos tem sempre em mão um celular com acesso a internet e estão o tempo todo conversando com os amigos pelo WhatsApp, vai ser muito fácil incentivar o uso do ChatClass.

Ao utilizar o ChatClass, você também estará participando da Olimpíada de Inglês 2019 que acontecerá entre os dias 02 e 27 de Setembro.

Além do chat, você pode aproveitar as dicas postadas no Instagram do ChatClass. Assista ao vídeo a seguir e conheça mais sobre o ChatClass.

Anúncios

Documentário: Privacidade Hackeada

Lançado pela Netflix no último dia 24, esse documentário mostra o escândalo do Facebook em março de 2018, quando foram coletados dados de 87 milhões de usuários. Ao assistir o documentário, fica claro de que o problema é bem maior.

Em uma parte do documentário, uma pessoa diz que os usuários precisam voltar a ser donos de seus dados. Não acho que deixamos de ser donos, simplesmente estamos entregando nossos dados por falta de informação. Muitas pessoas não tem a noção mínima de como usar internet ou redes sociais. E você, o que acha sobre o assunto?

Professor, recarregue suas energias!

Você que é professor ou que de alguma forma trabalha com educação, sabe que dificilmente conseguimos nos desligar do trabalho. Podemos não estar dentro da escola, mas ela está dentro de nós o tempo todo.

Estamos sempre lendo um livro, artigo ou noticia sobre o assunto, procurando cursos, workshop ou palestras, desbravando as redes sociais em busca de novidades. Nossa cabeça está o tempo todo ligada no assunto educação. Isso é bom? Depende, tudo em excesso é prejudicial. Precisamos também ter momentos para se desligar e relaxar um pouco.

Pensando nisso, a equipe sensacional da Fundação Lemann criou o Guia Tchau, 1º Semestre, com várias dicas para você relaxar e cuidar um pouquinho de si mesmo.

Você encontra no Guia:

  • Hora do balanço
  • Pausa para desconectar
  • Playlist para relaxar
  • Dicas para curtir a folga

Eu já estou ansiosa para colocar todas essas dicas em prática! E você, quais são suas dicas para relaxar? Compartilha com a gente nos comentários.

Tecnologia apoia redução da evasão na educação de jovens e adultos

Em pleno 2019, muitas pessoas ainda não tem a oportunidade de estudar na época correta. Os motivos são os mais variados. Uma boa porcentagem dessas pessoas procura compensar o tempo perdido voltando aos estudos na fase adulta. Mas, não é fácil manter essas pessoas motivadas para concluírem seus estudos.

São vários os problemas encontrados na EJA (Educação de Jovens e Adultos). A falta de professores realmente capacitados para essa modalidade é uma delas. É preciso encontrar formas inovadoras para ensinar esse público com necessidades tão específicas.

Encontramos em Santa Catarina um ótimo exemplo que como o uso de tecnologias, de forma significativa, pode ajudar e muito essa modalidade de ensino.

O uso da tecnologia na modalidade EJA significa uma valorização do aluno perante o mundo do trabalho. Além de motivado a aprender, ele se sente valorizado.

Quer saber mais sobre o uso de tecnologias educacionais no EJA? Clique aqui e leia a matéria completa da série #InovarPraMim