Qual o lugar da internet na política brasileira?

O InternetLab promoverá o evento “Qual o lugar da internet na política brasileira?”. Será no dia 21 de fevereiro das 18h30 às 22h30 no Teatro Itália (Av. Ipiranga, 344 – República – São Paulo/SP). Lá serão apresentados os resultados de duas pesquisas do InternetLab:

– O “Reporta: Internet, Vozes e Votos”, que monitorou discussões relacionadas a gênero, raça e outros marcadores no contexto eleitoral e sua relação com a Internet. O projeto produziu uma memória do período de campanha eleitoral de 2016 em relação a esses temas; e

– O “Voice or Chatter”, um projeto desenvolvido em parceria com a organização IT for Change, da Índia, e que teve por objetivo compreender melhor as formas pelas quais a participação mediada por tecnologias de informação e comunicação podem empoderar cidadãos e transformar a democracia. O projeto foi uma colaboração entre vários países, e o InternetLab desenvolveu a parte do Brasil.

PROGRAMAÇÃO

Painel 1 | 18h30 | Desafios de agir: ativismo e (in)visibilidade na Internet
Convidados:
Natália Neris (InternetLab)
Pablo Ortellado (EACH-USP)
Blogueiras Negras – a confirmar
Tati Dias (Jornalista)

Painel 2 | 20h15 | Desafios de ouvir: o futuro da participação e o papel do Estado
Convidados:
Francisco Brito Cruz (InternetLab)
Bernardo Sorj (UFRJ/Centro Edelstein)
Rebecca Abers (IPOL-UnB) – a confirmar
Rurion Melo (FFLCH-USP) – a confirmar

O debate será seguido de um Coquetel em que será distribuída gratuitamente a publicação “#OutrasVozes: Gênero, Raça, Classe e Sexualidade nas Eleições de 2016”.

Para se inscrever, é só acessar o site do evento clicando aqui.

1º Festival de Invenção e Criatividade

Acontece entre os dias 21 e 23 de março o 1º Festival de Invenção e Criatividade que irá reunir crianças, jovens, famílias e educadores na POLI-USP, em São Paulo (SP). O festival é gratuito e pretende divulgar, inspirar e facilitar a implementação de atividades de aprendizagem criativa em escolas, universidades e espaços de educação não-formais de todo o país.

Nas mesmas datas e local vai ser realizada a 15ª FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia), que também oferece visitação gratuita ao público. Até o dia 17 de fevereiro, a organização do FIC recebe propostas de interessados em participar como expositores da mostra interativa. A lista com os selecionados sai no dia 24.

Programação:

Qualquer interessado pode comparecer às atividades do festival. No entanto, para participar das oficinas, que comportam um número limitado de participantes, é necessária a inscrição prévia.

– Mesa Redonda: Aprendizagem Criativa

Palestrantes: Roseli de Deus Lopes (FEBRACE/POLI-USP), Leo Burd (MIT Media Lab), Paulo Blikstein (Universidade de Stanford), Lucas Machado Rocha (Fundação Lemann)
Data: 21/março/2017 das 10h às 11h30
Público alvo: coordenadores e organizadores de feiras de ciências, educadores e gestores
Local: Auditório do prédio de administração da Escola Politécnica da USP

– Mostra Interativa

Materiais e atividades mão na massa baseados nos princípios da aprendizagem criativa
Público alvo: Estudantes do ensino fundamental e médio, educadores, gestores, profissionais de educação não-formal.
Local: Tenda de eventos da POLI-USP

– Oficinas

Oficina 1: Introdução à Aprendizagem Criativa

Ministrante: Leo Burd (MIT Media Lab)
Público alvo: Educadores e gestores de educação não-formal e formal
Local:Espaço Ocean no prédio da engenharia de produção – POLI-USP

Oficina 2: Implementação de espaços maker em larga escala
Ministrante: Prof. Dr. Paulo Blikstein (Universidade de Stanford)
Público alvo: Secretários de educação e gestores de políticas públicas
Local: POLI-USP

Para mais informações, visite o site do 1° Festival de Invenção e Criatividade.

I Congresso Brasileiro de Tendências e Inovação na Educação

Quais são os desafios de educar com qualidade no século 21 e quais estratégias podem ajudar nessa missão? Para discutir o tema, profissionais da área educacional estarão presentes no 1º Congresso Brasileiro de Tendências e Inovação na Educação, que acontece no dia 8 de abril de 2017, em Campinas. O assunto a ser discutido? Desafios de educar com qualidade no século 21 e quais estratégias podem ajudar nessa missão. Realizado pelo Instituto Brasileiro de Formação de Educadores (IBFE), o Congresso conta com apoio do Porvir.

As 10 horas de programação serão divididas em palestras, debates, atividades e painéis. Um deles será comandado pelo Porvir, que irá apresentar os resultados da pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção, iniciativa que ouviu o que mais de 132 mil jovens acham e esperam da escola.

A primeira palestra do dia fica a cargo do especialista em futuro, tendências e inovação, Luis Rasquilha. Já o segundo horário terá como tema “Imigrantes digitais educando nativos digitais”, comandado pela mestre em educação, Carolina Defilippi.

O professor de neurociência aplicada à educação, Alexandre Rezende, comanda a terceira palestra. Em seguida, o autor do livro “Métodos de ensino para nativos digitais”, Marcelo Veras, fala sobre as competências do professor do futuro.

Além desses debates, os participantes poderão fazer atividades em dois espaços. No espaço 1, chamado “Corpo e Mente”, serão abordados temas como: neurociência, psicopedagogia, psicomotricidade, esporte e treinamento. As práticas irão trabalhar habilidades como autocontrole e memória de trabalho.

No espaço 2, de Gestão e Inovação, serão apresentados indicadores de impacto na gestão de escolas e algumas experiências e metodologias inovadoras de sala de aula. No terceiro e último espaço, com o tema “ensino de matemática, alfabetização, arte e educação e educação inclusiva”, serão apresentadas experiências sobre o ensino da matemática no contexto inclusivo e práticas de escrita e arte.

Estudantes de graduação e pós-graduação, educadores, gestores, e os demais interessados podem realizar a inscrição nesse link.

2ª Trilha da Educação

Nos dias 18, 19 3 20 de outubro acontecerá a 2ª Triha da Educação totalmente gratuita. Basta assistir as palestras no dia e horário marcados pelo link que será enviado para o seu e-mail após a inscrição. A transmissão é via internet. O ideal é você reservar uma hora e bloquear esse tempo na agenda desde já. Faça suas anotações e monte um plano de ação pessoal, colocando em prática 2 ou 3 dicas do que foi visto nas palestras. Convide sua equipe para assistir com você! Faça uma comparação das anotações. Criem um grupo de trabalho para colocar em prática essas ações. Confira a programação abaixo e faça sua inscrição clicando aqui. Fonte: Email da comissão organizadora do evento.

18

19

20