Que tal emprestar sua visão para pessoas cegas?

Infelizmente, algumas vezes encontramos dificuldades para encontrar pessoas dispostas a nos dar informação de como chegar a um local específico. Imagina para uma pessoa com deficiência visual? Pensando nisso, Hans Jorgen Wiberg criou o aplicativo Be My Eyes, que busca conectar pessoas cegas com voluntários dispostos a ajudá-las de forma remota.

O aplicativo atua como um banco de dados que indica ao voluntário, por vídeo, a localização da pessoa que precisa de ajuda e a sua demanda. O usuário com deficiência visual posiciona o celular perto dos olhos e transmite, em tempo real, o trajeto que está percorrendo. Assim, quem está “oferecendo” seus olhos narra à pessoa com limitações de visão o que está vendo adiante. Quando o usuário faz o download, o aplicativo questiona se é cego ou se enxerga, em vez de perguntar se está precisando ou oferecendo ajuda. Os voluntários são localizados conforme os dados de disponibilidade que informam no momento do cadastro.

Até o momento, mais de 8300 pessoas já se inscreveram para ajudar e há 798 pessoas com deficiência visual registrados. Neste momento, há 1500 pessoas ajudando outras por meio do aplicativo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s