Tablets não ajudam na educação, diz o fundador da Microsoft

Quero começar este post dizendo que, a meu ver, Bill Gates não sabe diferenciar um tablet de um e-book. Em entrevista concedida a um entrevistador do Chronicle of Higher Education, Gates disse que “A dificuldade com tablets é que “você realmente tem que mudar o currículo e o professor”, e que um dispositivo que não oferece entrada para teclado não proporciona interatividade do usuário.

Acredito que esteja claro para todos os leitores deste blog que não basta somente oferecer a ferramenta, é preciso que haja toda uma mudança para que essa ferramenta seja utilizada de forma correta (e é isso que eu pelo menos tento fazer com este blog). Agora, dizer que um tablet não proporciona interatividade, aí já é demais. Acho que ele pensou que estava falando de um ebook.

Concordo quando ele diz que um PC de baixo custo atenderia as necessidades, tendo a vantagem de ser de mais fácil acesso. Mas não podemos deixar os tablets de lado que, como mostro neste post sobre o Projeto Ipad na Sala de Aula, vem trazendo resultados significativos na educação quando seu uso é feito de forma planejada.

Todas as ferramentas que nos proporcionam uma interatividade maior com o aluno são válidas, desde que atreladas a um bom planejamento. É preciso que cada vez mais o acesso a essas ferramentas seja facilitado. Quem sabe daqui um tempo, Bill Gates muda de idéia e desenvolve um tablet educativo bem acessível…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s